Saiba tudo sobre Google Tag Manager

Google Tag Manager

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

O Google Tag Manager foi criado para facilitar a rotina das empresas que precisam de um TI para solucionar problemas de tags. Muitas pessoas não sabem o que são as tags, então é pertinente começar explicando.
Nesse universo digital que a gente vive, tudo tem que ser analisado e comparado. Por esse motivo, programadores incluem tags dentro das páginas dos sites como se fossem códigos e registram o comportamento dos usuários. É extremamente importante para uma empresa ter esse dados, ela precisa conhecer seu público.
O problema é que essa tarefa não é nada fácil e, em muitos casos só o Desenvolvedor Web consegue inserir esses códigos nos sites. Percebendo esse “problema”, o Google criou uma ferramenta chamada Google TagManager, ela faz toda a parte técnica de inclusão das tags e um profissional capacitado, geralmente especializado em Marketing Digital, só precisa analisar.
Para ter acesso a essa ferramenta, é necessário criar uma conta no próprio Google TagManager (gratuito), lembrando que essa conta precisa ser uma conta Google. Assim que logar, é preciso que insira o nome da empresa e clique em continuar.
Google Tag Manager
Após criado o cadastro da empresa é possível que se fragmente os sites, caso exista mais de um. Essas divisões são chamadas de container e, embaixo há duas opções de cliques: web, iOS e Android. Geralmente, como são analisados pelo computador, as pessoas colocam web.
Google Tag Manager
Depois de criar os containers que desejar e aceitar os termos de uso, o código já é criado e é preciso instalá- lo nas páginas. Essa parte é mais técnica e pode ser que algumas pessoas precisem do programador para fazer isso.
Google Tag Manager
Enfim, o TagManager auxilia as empresas que não podem ou desejam poupar o tempo do programador com coisas menores. É importante lembrar que o papel do programador é muito importante para o negócio online e que essa ferramenta não o substitui. A análise, depois de se cadastrar na ferramenta deve ser feita periodicamente e por uma pessoa que entende de marketing digital.
Como foi citado no início do texto, analisar tanto a sua empresa como a concorrente é fundamental para conhecer o mercado. Inclusive, fizemos um post aqui no blog sobre Benchmarking, que fala sobre como analisar empresas concorrentes. Não perca esse conteúdo!

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Navegue por outros temas e saiba mais

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Como escolher um produto para e-commerce
E-commerce

Como escolher um produto para vender online

Para muitos que estão planejando iniciar um negócio online e mais especificamente um e-commerce, o aspecto mais difícil de começar é por decidir quais produtos

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco