A jornada do seu consumidor: você conhece?

A jornada do seu consumidor: você conhece?

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

A jornada do seu consumidor: você conhece?Muitas empresas têm dificuldade em compreender como e porque precisam investir em determinados recursos do marketing digital. O motivo dessas dúvidas e dificuldades pode ser a falta de conhecimento sobre qual é a jornada do seu consumidor. E você, conhece esse processo?
O primeiro passo para entender melhor essa jornada do seu consumidor é pensar em você mesmo quando está no lugar de consumidor, e não de vendedor. Já reparou como você se comporta quando vai comprar algo pela internet? Consegue pontuar as fases desse caminho? Confira alguns passos básicos que separamos para você entender melhor como é a jornada do seu consumidor, e como você pode melhorar sua abordagem online.

Atenção, concentração!

Todos nós nos sentimos curiosidade quando algo nos chama atenção. Se um anúncio, texto, foto ou publicação conseguir despertar nossa atenção, vamos nos concentrar nele por alguns momentos.
Portanto, ao produzir anúncios e conteúdo online, lembre-se que você precisa se destacar dos seus concorrentes e despertar a curiosidade do seu público alvo. Para fazer isso, invista em imagens interessantes com boa qualidade, palavras como, promoção, desconto, bônus, novidade etc. Títulos interessantes e textos objetivos e bem organizados também são importantes.

Interesse

Quando o conteúdo é apresentado ao seu público alvo, depois da curiosidade, ele provavelmente irá se interessar pelo que viu. É neste momento que ter uma boa estrutura digital se torna essencial. Afinal, é isso que pode fazer o visitante do seu site se tornar um possível cliente, ou fazer com que ele perca completamente o interesse pela sua marca.
Como ninguém quer ser descartado pelo seu público alvo, a dica é investir em um site otimizado, responsivo e com conteúdo de qualidade.
O interesse que você despertar no seu possível cliente é fundamental para influenciá-lo a comprar o seu produto. O ideal é ter páginas agradáveis visualmente, textos que falem sobre o produto e tudo para que o visitante entenda a sua proposta e sinta que precise daquilo. Lembre-se: clientes não compram pensando no produto, compram pensando na solução que eles oferecem.

Pesquisa do produto

Normalmente o visitante faz pesquisas e comparações para decidir se vale mesmo a pena comprar. Portanto, faça descrições claras e completas sobre seu produto. Textos persuasivos e explicativos são fundamentais para que o produto assuma importância para o cliente. Uma dica importante é nunca mentir para o seu público. Não prometa coisas que não podem ser cumpridas, pois isso pode sujar o nome da sua marca e prejudicar suas vendas.
Outra dica é sempre resolver as reclamações dos seus clientes em sites de reclamação ou em suas redes sociais. Não tenha medo de receber críticas, tenha medo de não respondê-las (com educação, claro). O posicionamento da empresa de se importar em resolver as demandas dos clientes não satisfeitos pode gerar mais confiança no possível comprador. Pois caso não respondam, pode parecer que qualquer feedback negativo é apagado ou ignorado pela empresa.

Decisão de compra

O tão esperado momento da compra chegou. Depois de todos os esforços para atrair, interessar, reter e convencer seu cliente a comprar um produto, cuidado para não perdê-lo agora. Muitos clientes desistem de completar a compra nesta etapa final por alguns motivos, como:

  • Falta de clareza nas informações. Seja objetivo quanto às informações de frete, entrega e pagamento. A dúvida é sua inimiga.
  • Frete muito caro e entrega demorada. Tente fazer com que a entrega seja rápida, e o valor, em conta. Mas, se não puder diminuir muito, não se desespere. Uma saída pode ser fazer promoções ou oferecer desconto para quem comprar mais de um produto por vez. Mesmo que o frete não diminua, seu cliente pode comprar mais.
  • Poucas opções de pagamento. Imagine que você está prestes a comprar um produto e só pode pagar pelo crédito, descobre no final que só aceitam débito? Evite esse desgaste do seu cliente. Seja claro desde o início sobre as opções de pagamento e procure diversificá-las.
  • Peça o necessário. Cadastros muito longos, por prolongarem o processo de compra, podem desanimar o cliente.

Relacionamento é divulgação

Engana-se quem pensa que o trabalho de relacionamento com o cliente termina após a compra. Na verdade, após a compra, é primordial cultivar essa relação e sempre buscar manter o contato e incentivar novas compras.
O ideal é cuidar da sua lista de e-mail marketing, respeitar o seu consumidor (não enviar mil e-mails no mesmo dia, mas só quando necessário) e continuar a investir no relacionamento que começou. Lembre-se que um cliente satisfeito, além de poder comprar novamente, pode divulgar sua empresa para outras pessoas. 
Conhecer a jornada do seu consumidor é essencial para um bom trabalho de marketing digital!

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Navegue por outros temas e saiba mais

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Como escolher um produto para e-commerce
E-commerce

Como escolher um produto para vender online

Para muitos que estão planejando iniciar um negócio online e mais especificamente um e-commerce, o aspecto mais difícil de começar é por decidir quais produtos

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco