Como as pequenas empresas podem participar do marketing digital

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Hoje, o mundo on-line está dividido entre as grandes marcas que, naturalmente, se destacam, e empresas de pequeno e médio porte que lutam tentando sobreviver dentro de um ambiente hostil promovido pelo ranqueamento da primeira página do buscador, por custos altos de palavras-chave e por investimentos nas redes sociais cada vez mais dispendiosos e complexos. Então, por que as PMEs devem se submeter as rebarbas do marketing digital quando podem ter muito mais?
 

Ser pequeno não é necessariamente uma desvantagem

 
“A guerrilha procura reduzir o tamanho do campo de batalha de forma a conseguir uma superioridade de força. Esta ideia funciona perfeitamente hoje em dia, onde as mídias convencionais e até mesmo a internet se encontram saturados de informação, sendo necessário destacar-se com mensagens que gerem grande impacto. Quando o marketing de guerrilha é bem aplicado, o resultado é normalmente imediato, criando muitas vezes um efeito viral que se propaga de forma espontânea e que gera cobertura em meios de comunicação tradicionais.”. (Wikipedia)
 
Você tem força, mesmo sendo pequeno, você é ágil. Não há, de maneira alguma, como uma grande organização ser tão reativa como você pode ser. Sua atuação é local. Você pode se apropriar dos clientes que não são atendidos pelas grandes marcas, e mais, pode superar as objeções que os grandes não conseguem atender. Ter sua localização reduzida pode ser, sim, seu ponto forte. Esta é a sua principal vantagem. Perceber os nichos e dominá-los. Seu tamanho permite que você faça isso. Isso te deixa desconfiado? Imagino que sim, mas quando você decide entrar na briga pelo seu mercado é bom estar preparado para combater os grandes e nesse caso as táticas do marketing de guerrilhas são inspiradoras.
 
Não se esconda e de forma nenhuma sinta-se menor. Acredite, um grande número de pessoas e empresas vivenciaram maus momentos com grande corporações. Em geral é possível monitorar nas redes uma reclamação. Cative esse cliente, faça uma ação que ofereça a ele exatamente o que o grande concorrente não conseguiu oferecer. Por exemplo, imagine que você possui uma loja de bolos e tortas e uma pessoa twitta que comprou um bolo em um grande supermercado e achou o bolo horrível. Faça um twitter para esta pessoa e a convide a comer uma fatia de bolo de qualquer sabor e tomar uma café em sua loja, sem custo, como cortesia, só para esquecer o mau momento.
 
Tudo é uma questão de confiança. E a comunicação é essencial para a construção de confiança. As pequenas empresas têm a vantagem de personalizar a experiência dos seus clientes e construir relacionamentos, em nível pessoal, já as grandes empresas simplesmente não conseguem fazer isso. É comum pequenos comerciantes conhecerem seus clientes pelo nome e muitas vezes já sabem suas preferencias. O desafio é levar isso para o digital.
 
Confiar em marcas já estabelecidas é diferente de confiança em novas marcas ou empresas pequenas. Confiamos nas grande empresas e grandes marcas porque supomos que estão imunes a erros e falhas, na maioria dos casos confiamos na qualidade do processo (controle de qualidade) que torna o produto ou serviço seguro.
 

Você precisa sair da zona de segurança

As ações no marketing digital local devem ser ousadas quando você precisa crescer seus acessos. Não poupe esforços, faça uma campanha com descontos agressivos, associe produtos a compra, crie excelentes condições para quem levar um amigo, presenteie aniversariantes, ou seja, faça bastante barulho. E se não der certo. Se não der certo, não se preocupe, comece tudo novamente. Eu sei parece um mau conselho, mas  entenda que fazer campanhas “meia-boca” não dará resultados.
 

Aproveite as Oportunidades

Oportunismo é muitas vezes mau visto. Mas, não são só os criminosos que são oportunistas, os heróis também são oportunistas. Reparem nas cenas de salvamento. O herói sempre aproveita a sua única chance de salvar a mocinha. Na vida selvagem os animais aproveitam as oportunidades que surgem para sobreviver. Por isso, vamos encarar a realidade e aceitar que campanhas de marketing digital que visam o crescimento lento e constantes dificilmente criarão impacto em seus possíveis clientes.
 
Seja honesto, seja brilhante e seja ousado. É clichê, mas é verdade. Basta ser você mesmo e os seus clientes vão reconhecer isso. Quando se tratar de suas publicações, suas ações de marketing, estratégias, suas campanhas do AdWords ou em rede social, você pode honestamente se dar ao luxo de ser arrojado.
Se ficou alguma dúvida, entre em contato conosco e se gostou compartilha na sua rede social
 
Abraços e até a próxima.

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Navegue por outros temas e saiba mais

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Como escolher um produto para e-commerce
E-commerce

Como escolher um produto para vender online

Para muitos que estão planejando iniciar um negócio online e mais especificamente um e-commerce, o aspecto mais difícil de começar é por decidir quais produtos

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco