Como fazer o preço do meu curso online?

Como fazer o preço do meu curso online?

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Na semana passada um cliente me procurou para saber como formar o preço dos curso online que está planejando publicar em Setembro. Tivemos duas reuniões para resolver a questão e percebi nesse meio tempo que hoje, talvez por conta da pandemia, muitos profissionais estão recorrendo a plataformas digitais para trabalharem levando conhecimento, até no Instagram através de um espaço chamado “melhores amigos” monetizam seus serviços. Então achei que caberia um texto comentado a minha perspectiva. Bora lá:

Pra começar lembramos que tipo de curso e para que tipo de público, eu identifiquei um quadro geral de três tipos de curso, ou melhor três razões para ser fazer um curso online, são: académica, profissional e lazer. Para cada um dessas três razões você deve considerar o mercado, a plataforma que utilizará e claro seu público alvo.

A escolha do preço é sim um passo fundamental no processo de criação do curso, que  não deve ser tomada de forma emotiva. O preço do curso terá impacto sobre vários aspectos da sua proposta de negócio, principalmente sobre a divulgação.

Infelizmente não existe uma resposta única que podemos dar a todos professores que estão, nesse momento, se perguntando qual preço deveriam vender seu curso. Então vou aqui levantar alguns pontos que podem ajudar a refletir sobre a formação de preço do seu curso online.

Você deve evitar preço muito baixo no curso online

Existem alguns cenários em que faz sentido vender o seu curso on-line por um preço baixo.

Mas, na maioria dos casos, vender seu curso por um preço baixo é uma má ideia. Aqui está o porque:

 

  1. Limita sua capacidade de anunciar – um preço baixo dificulta a capacidade de investir em anúncios e gerar retorno  (ROI).
  2. Competir por preço é cavar um buraco sem fundo, sempre terá alguém disposto a baixar ainda mais. Foque em valor.
  3. De modo geral o esforço para vender um curso com um preço baixo é o mesmo para vender com preço alto, ou preço certo.
  4. Preço baixo comunica baixo valor.
  5. O treinamento on-line tem o mesmo valor que o presencial, isto é, agrega conhecimento sem perda.
  6. Preços baixos costuma atrair alunos menos comprometidos.

Quando vender o curso online por um preço baixo?

Mas antes, vamos entender o que é um preço baixo. Não recomendo que venda seu curso por menos de R$ 50,00 fico triste em ver em plataformas como a Udemy com cursos por menos de trinta reais. Outra consideração é o tamanho em horas do seu curso. Recomendo para o curso vídeo aulas de 15 a 20 minutos com um total de três a cinco horas, isto significa algo entre 10 e 15 aulas. 

Respondendo a pergunta, quando na estratégia tem um pré-lançamento, nesse caso você pode trabalhar com desconto de 50% para quem estiver na aula inaugural, por exemplo feita em formato de LIVE.  Também funciona quando você impõe um prazo e limite de alunos, nesse você trabalha o senso de urgência e escassez. 

Curso gratuito tem grande apelo para gerar leads ou associados a serviço ou a um curso maior, completo.

Coisas a considerar ao escolher seu preço

O preço que você deve cobrar pelo curso on-line depende de vários fatores. Aqui estão algumas diretrizes e pontos a considerar ao definir o preço:

 

  1. Objetivo do curso – o que de fato o aluno ganha ao fazer o curso? Tempo, praticidade conhecimento específico, lazer.
  2. Tempo do curso em horas – como disse recomendo pelo menos de 3 a 5 horas;
  3. Autoridade do professor envolvido – você é percebido como um especialista pelo seu público alvo? Você tem credenciais que impressionam?
  4. Concorrência – Avalie seus concorrente, se possível faça alguns cursos antes de lançar o seu. 
  5. Avalie os custos com a plataforma, incluindo os custos financeiros de parcelamento

 

Com objetivo de agregar valor ao seu curso de forma que possa ter mais lucro, pense sobre como ser mais atencioso e específico. Planeje um curso para um público de nicho que te reconheça. Se envolva com os alunos sendo acessível, criando grupos de estudo oferecendo aulas particulares virtuais, material extra para downloads e os chamados aulões digitais que nada mais são do que Lives para os alunos matriculados

Outra coisa lembre-se de facilitar a forma de pagamento, hoje em dia evitar juros e pagar em suaves parcela ajuda a decidir a compra.

 

Tomara que tenha ajudado.

Boa sorte e até a próxima.

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Um novo tempo Blog Paulo Canarim
Gestão e Estratégia

Um novo tempo

“No novo tempo Apesar dos castigos Estamos crescidos Estamos atentos Estamos mais vivos Pra nos socorrer”   Estamos vivendo um momento único uma crise sem

Construir valor de marca é importante?
Branding

Construir valor de marca é importante?

Construir valor de marca é o nosso tema de hoje, já conversamos aqui sobre marca afetiva, nesse tempo de quarentena em que precisamos comprar de

Navegue por outros temas e saiba mais

Somos Parceiros Estratégicos de nossos Clientes

O que podemos fazer por você?

Anunciar no Google Ads

Auditoria e Consultoria e Planejamento.

Criação de sites

Tenha um site otimizado e personalizado com WordPress.

Curso Online E-commerce

E-commerce profissional em vídeo aulas.

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco