Estamos às portas de 2021 com a sensação de que fomos atropelados, com a cabeça dando sinal de ocupado. Foi tenso. Em poucos meses, milhares pessoas no mundo todo morreram vítimas do Covid-19. Mesmo com a promessa da vacina, é provável que em 2021 muitos lugares do planeta não tenham acesso à vacina, o que tornará 2021 um ano que ainda teremos que conviver com um comportamento preventivo, sempre cuidando de si e cuidando para não prejudicar, (contaminar) o outro. Então, vamos combinar de manter o comportamento padrão: uso de máscara, distanciamento social, evitar aglomeração, privilegiar encontros com amigos e parentes em pequenos grupos, de preferência em lugares arejados e se possível não públicos. O fato é que ainda teremos que conviver com o vírus e suas consequências, arrisco dizer que hoje todos temos um conhecido que perdeu alguém próximo durante esta pandemia. Estamos aprendendo a ser mais compreensivos e conciliadores com as pessoas que convivemos. Isso vale para casa, vizinhança, trabalho, todos sem exceção.

 

E o e-commerce com isso?

O mundo dos negócios está sempre em evolução e, nos últimos anos, a evolução se apresenta em espaços de tempo cada vez menores. Por isso, é difícil prever quais avanços serão significativos ou definidores. Novas soluções tecnológicas foram apresentadas antes do previsto, eu li em alguma reportagem, que o prazo médio para produção em massa de uma nova vacina era de 5 anos. Era, porque com a pandemia isso mudou. Embora seja difícil prever o futuro, com certeza, empresários e empreendedores verão consolidar o comportamento de consumo e compra online.

Bora olhar para frente e, por que não, especular algumas tendências para o e-commerce em 2021? 

A venda online continuará crescendo! Bom, né?

O comércio eletrônico ficou popular e vem crescendo exponencialmente. A popularidade é uma soma de fatores, desde a facilidade e conforto para os compradores, passando pela necessidade de ficar em casa, somados às centenas de milhares de lojas online, bancarização e confiança na compra pela internet. Sem contar que as lojas online de hoje são mais fáceis de navegar e comprar. 

Omni-Channel tá caminhando devagar mas está evoluindo

Entendemos que o varejo omnichannel representa oferecer aos clientes uma experiência contínua entre o virtual e o real de forma consistente em todos os canais e dispositivos.

Considerando que as compras por celulares, a evolução e a popularização dos assistentes de voz, como Alexa e Siri, imagino que o número de clientes omnicanal aumentará para 2021.

Para ilustrar segue link de reportagem. A reportagem é do ano passado, mas a proposta da E-Live segue e você pode saber mais a respeito no site deles.

Comércio e Segunda Mão

Também conhecido como ReCommerce, este modelo está ganhando espaço com os consumidores cada vez mais preocupados com a sustentabilidade, e claro que com a possibilidade de comprarem itens de qualidade ou até mesmo de luxo de segunda mão. Junta-se ao fato de que alguns influencers e famosos promovem vendas de artigos pessoais na internet.

Um aceno do mercado demonstrando as possibilidades deste negócio foi a recente aquisição da TROC, maior brechó online do Brasil com faturamento anual de 10 milhões pela Arezzo. Link da reportagem

Formas de pagamento

As opções de pagamento da sua loja definem o comportamento de compra de seu cliente. Hoje pequenas e médias empresas passam por essa questão delicada. Em geral, as opções são os intermediários (Gateways de Pagamentos) como Pagseguro e Mercado Pago, ou integradores como Cielo e Rede. No primeiro você tem praticidade, mas altas taxas para parcelamento ou crédito. No segundo as taxas são menores, mas você vai precisar contratar mais uma empresa, a de análise de risco como a ClearSale ou Konduto

É importante entender seu público, dependendo do seu segmento e produto o crescimento das vendas estará cada vez mais ligado a forma de pagamento. Por isso uma boa análise será necessária.

Os valores da sua empresa influenciarão as vendas

O consumidor amadureceu muito nos últimos 20 anos. Com o acesso a internet o comportamento para compra evoluiu da busca por preço baixo ao envolvimento com a marca. Nesse sentido, a compreensão dos valores da empresa junto à sociedade ganharam espaço na mente do consumidor e hoje, acreditem, decide a compra.

É fácil encontrar nas redes sociais consumidores que procuram por produtos que não agridem o meio ambiente, que não sacrifiquem ou façam testes em animais, que sejam socialmente justos e, mais recentemente, que respeitem a diversidade em sua forma mais ampla.

No Brasil marcas como Magalu e C&A assumiram posicionamento referente à diversidade,  nos Estados Unidos, a Amazon, prometeu reduzir suas emissões de carbono a zero até 2040. 

Minha sugestão é que sua marca em 2021 tenha uma postura clara sobre os temas que permeiam o comportamento na sociedade. Questões como diversidade racial e de gênero, sustentabilidade, pessoas com deficiência e a violência contra a mulher são alguns dos pontos nevrálgicos, sensíveis que levam o consumidor a decidir ou não pela sua marca/empresa.

Pensamentos finais

O segmento de comércio eletrônico em 2021 vai crescer, a sua participação nele e principalmente seu crescimento dependerá diretamente do seu engajamento, da sua dedicação e aproximação ao seu negócio. As operações como plataforma, meios de pagamento e campanhas de mídias pagas, só farão sentido para o seu cliente se uma comunicação clara, verdadeira e de valor for entregue.

Um 2021 com serenidade, saúde e sucesso. Use máscara, mantenha o distanciamento e evite aglomerações.

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Fique por dentro dos assuntos relacionados à marca, comunicação e vendas!

Se inscreva na nossa Newsletter

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Ações em marketing digital
Comunicação e Marketing

Ações em marketing digital

Marketing digital: não exclui táticas e sim integra ações. O ambiente digital é um local de alta competitividade, mesmo ainda sendo um campo de novas ações para algumas empresas. E por isso é importante que as empresas tenham um bom

Leia mais »
Como configurar um ecommerce em etapas
E-commerce

Como configurar um ecommerce em etapas

Para a maioria dos varejistas, faz sentido diversificar seus canais de venda.  Em geral, para quem tem loja física, ter novos canais de venda significa colocar seus produtos à venda online. Nos últimos 18 meses, todos sabemos, muitos foram forçados

Leia mais »

Navegue por outros temas e saiba mais

Somos parceiros estratégicos de nossos Clientes

O que podemos fazer por você?

E-commerce

Consultoria de Planejamento e Curso Online.

SEO - Otimização

Auditoria SEO e SEO Local / Consultoria SEO.​

Nautilos Posicionamento Digital | Link Patrocinado BH icone

Link Patrocinado

Auditoria e Consultoria e Planejamento.​

Nautilos Posicionamento Digital | Branding icone

Branding

Posicionamento da Marca.

Nautilos Posicionamento Digital | Curso E-commerce icone

Curso de E-commerce

E-commerce profissional em vídeo aulas.​

Nautilos Posicionamento Digital | Comunicação Digital icone

Comunicação Digital

Consultoria e Planejamento.

Quer impulsionar
sua marca?

Fale Conosco!