Vamos conversar sobre benchmarking pois na newsletter desta semana comentamos como a comparação entre empresas pode ser tão prejudicial. Uma comparação desigual entre empresas pode abalar o posicionamento da empresa, a percepção do cliente diante da imagem da marca e levar a falsa construção de valor da marca. 

Fazer comparação de sua empresa com outras pode até ser normal, mas deve ser feito com moderação. E por isso existe o estudo de benchmarking que consiste em um processo de avaliação de desempenho  em busca de qualificar práticas e melhorar resultados.  O conceito de benchmarking, em inglês, significa “ponto de referência”, possui um histórico evolutivo, no que tange a sua origem, conceitos e aplicação. Já foi a relação direta entre um negócio e seus concorrentes diretos que atuam no mesmo setor, mas o conceito evolui e se expandiu para outros formatos de comparação. 

 A estratégia de benchmarking tem por objetivo comparar produtos, serviços, processos e metodologia do mesmo segmento em que atua. Não se trata de copiar práticas, mas de ter uma referência e a partir delas adequar as necessidades do próprio negócio.

Empresas, sejam grandes ou pequenas, utilizam o benchmarking para projetar situações e buscar em cenários diversos, novas soluções para os processos da organização, seja para níveis de estratégia competitiva,  processos internos ou funcionais.

Para sintetizar o processo de benchmarking competitivo você pode se perguntar:

  • O que sua empresa faz?
  • Como sua empresa faz?
  • Quão bem sua empresa faz?

E perguntar em relação aos concorrentes:

  • O que os concorrentes fazem?
  • Como os concorrentes fazem?
  • Quão bem os concorrentes fazem?

Como resultado numa primeira fase é a ampliação do conhecimento da sua empresa. 

Para desenvolver um processo de benchmarking são:

  • Planejamento: percepção sobre o conhecimentos dos objetivos, definição de marco de referência, pontos forte e fracos;
  • Análise: capacidade de avaliar e comparar diferenças entre processos;
  • Integração: processo de comunicação e relação de aceitação de mudanças de processos;
  • Ação: cumprimento do plano de ação;
  • Monitoramento: revisão para alcance de objetivos. 

Benchmarking mais comuns são o estratégico, processo interno e funcional.

Estratégico: identifica as competências principais da empresa e de concorrentes , permitindo estabelecer objetivos relativos ao próprio desempenho das empresas em virtude de indicadores-chave. 

Interno: processos internos da empresa são compartilhados, é bastante comum quando uma empresa oferece produtos que deseja alguma empresa filiada tenha resultado semelhante

Funcional: tem como ponto de referência o melhor resultado de um processo em relação a outro semelhante. 

O bom uso da ferramenta de benchmarking pretende alcançar vantagens competitivas e não o nivelamento com as práticas da concorrência, por isso jamais deve se limitar a mera referência para cópia ou imitação.

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Fique por dentro dos assuntos relacionados à marca, comunicação e vendas!

Se inscreva na nossa Newsletter

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Transformação Digital e coçar é só começar...
Gestão e Estratégia

Transformação Digital e coçar é só começar…

Muito tem se falado sobre a transformação digital e nos últimos anos despontou para empresas de todos os tamanhos. Independente do segmento de mercado, arrisco dizer que todos os setores estão buscando compreender como a tecnologia pode ajudá-los a se

Leia mais »
Marcas Autênticas: como avaliar sua empresa
Branding

A sua empresa é autêntica?

Empresas com marcas autenticas em geral possuem comunicação mais agradável e com isso obtém mais chances de sucesso. O modo de expor sua comunicação, de agir com colaboradores, seja funcionário internos ou parceiros externos desperta admiração, confiança e faz com

Leia mais »
Estratégia Push e Pull: o que são e quais as diferenças
Comunicação e Marketing

Estratégia Push e Pull

Marketing Pensando no mercado e nas possibilidades em que se apresentam, podemos lançar mão de estratégias corporativas como push and pull. Elas se apresentam como duas soluções, que aparentemente são opositoras aplicadas às diferentes lógicas que sustentam a relação entre

Leia mais »

Navegue por outros temas e saiba mais

Somos parceiros estratégicos de nossos Clientes

O que podemos fazer por você?

E-commerce

Consultoria de Planejamento e Curso Online.

SEO - Otimização

Auditoria SEO e SEO Local / Consultoria SEO.​

Nautilos Posicionamento Digital | Link Patrocinado BH icone

Link Patrocinado

Auditoria e Consultoria e Planejamento.​

Nautilos Posicionamento Digital | Branding icone

Branding

Posicionamento da Marca.

Nautilos Posicionamento Digital | Curso E-commerce icone

Curso de E-commerce

E-commerce profissional em vídeo aulas.​

Nautilos Posicionamento Digital | Comunicação Digital icone

Comunicação Digital

Consultoria e Planejamento.

Quer impulsionar
sua marca?

Fale Conosco!