Anunciar no Google Ads, quanto custa?

Anunciar no Google Ads

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

 

Anunciar no Google é uma preocupação muito recorrente entre pequenos e médios empresários que estão iniciando sua participação online. Principalmente empreendedores de e-commerce que estão com data de lançamento de suas lojas virtuais. A esta altura não preciso lhe convencer da importância e do valor do Google Ads (ou Google Adwords, se você ainda usa o nome antigo). Mas, antes, temos que abordar alguns detalhes que podem fazer toda diferença no seu planejamento de marketing digital.

A saber, existem vários canais de publicidade no Google Ads tais como a Pesquisa do Google, o YouTube, a rede display (publicidade gráfica), o Google Shopping e ainda recursos como remarketing. Nesta postagem, vou me ater à divulgação na rede de pesquisa, por ser, geralmente, a porta de entrada de novos anunciantes.
Também abordaremos quanto isso custará e como calcular um investimento mensal que atenda ao seu tamanho e suas expectativas de retorno.

Visão geral resumida do Google Ads (Rede de Pesquisa)

A Rede de Pesquisa do Google Adwords permite que as empresas anunciem nas páginas de resultados do Google (buscador). Isto significa que empresas pagam por ‘clique’ para receberem visitas em seus sites, como o exemplo do anúncio abaixo:

As vantagens incluem:

  • Capacidade de segmentar prospects que pesquisam por seus produtos ou serviços;
  • Estar na primeira página de forma instantânea. Alternativa ao SEO, que exige mais tempo e esforço;
  • Capacidade de mudar rapidamente o foco da campanha e adaptá-lo a partir de novas análises de desempenho;
  • Capacidade de avaliar o sucesso de seu investimento com o acompanhamento das conversões.

Então, quanto me custará, em média, a posição de topo da página?

Aí depende…a qualidade de uma campanha depende de N variáveis que vão desde da definição da palavra-chave a qualidade do site, vamos citar algumas:

  1. Comportamental: a designação cultural da região. Por exemplo um mesmo tipo de bolo tem três palavras-chave diferente: bolo de mandioca; bolo de aipim; bolo de macaxeira;
  2. Volume de pesquisa por região geográfica – para uma concorrência maior; preço maior também;
  3. Relação entre palavra pesquisada, palavra-chave no anúncios, palavra-chave na página de destino;
  4. Qualidade do anúncio: Anúncios com bons de CTRs tem custo menor,
  5. Qualidade da página de destino: Páginas de destino com baixa taxa de rejeição e boas taxas de conversão incorrem em menores custos de clique;
  6. Contas com bom histórico de gestão.

O Google Ads tem uma ferramenta que vai te ajudar, oba!

Assim, para calcular uma média pelo segmento, usamos a ferramenta do Google Ads chamada de Planejador de palavras-chave, que fornece estimativas históricas dos custos de palavras-chave por um período de tempo por nós determinado. Veja abaixo um print para a palavra-chave “aluguel de carro” – região de Belo Horizonte.

A partir de nossa pesquisa, descobrimos que, em média, o setor de aluguel de veículos tem 5400 buscas por mês na região de Belo Horizonte e um valor de R$ 3,49 para topo da página.

No entanto, a palavra de outro segmento, serviço de dedetização e desentupidora tem como palavra-chave; “dedetização” que custa R$18,21 (uau!) com a mesma configuração para o topo da página por clique.

Então você tem que ter em mente que pode existir uma diferença entre o que o Planejador de palavras-chave do Google e os custos de lance de primeira página correspondente a sua configuração de campanha.

“Tá bom …mas por que o custo médio por clique varia de acordo com a palavra-chave?

É como já disse mais em cima, e falo de novo, o custo médio por clique pode variar por alguns motivos:

  • Um aumento súbito na quantidade de concorrentes. Tipo produtos sazonais – Ovos de páscoa (surgem confeiteiros de ovos de páscoa por todo lugar);
  • A relevância do seu anúncio e página de destino em relação à palavra-chave que você deseja exibir, certamente causará impacto na sua campanha:
    • quanto pagará por clique;
    • com que frequência seus anúncios serão exibidos;
    • posição que seu anúncio provavelmente será exibido.

Afinal, como faço para planejar o investimento mensal para o Google AdWords?

  1. Comece pensando nas palavras-chave relacionadas ao seu negócio:

É importante que as palavras-chave escolhidas tenham uma ligação direta com seu negócios e que tenha relevância e volume de busca, mas cuidado com palavras muito genéricas, estas lhes trarão visitantes que podem não estar no tempo certo de aquisição. Ou pior não ter nenhuma relação com seu negócio.  Por exemplo, somos uma agência de marketing digital, mas a palavra ampla “marketing” não nos representa para pesquisa paga.

  1. Defina um orçamento realista e que possa ser regular por um período:

Para qualquer campanha de link patrocinado é essencial, desde o início que seu orçamento seja condizente com o seu mercado. Por quê? Progressão. Um valor baixo de investimento implica em configuração de campanha mais restrita. Um orçamento generoso significa campanhas diversificadas com maior abrangência.

Lembre-se que a taxa de conversão das campanhas será diferente entre si, monitorá-las e escolher a que está com melhor desempenho economiza tempo e dinheiro. Exemplo: Se o custo médio por clique do seu setor for de R$ 1,20 e seu orçamento mensal for de R$1.200,00/mês, isso significa que você terá que definir um orçamento diário de cerca de R$ 40,00, o que atrai trinta e três possíveis visitas (cliques) por dia.

Talvez apareça uma boa quantidade de visitantes, mas pense no fato de que você provavelmente precisará testar várias palavras-chave. Quanto mais palavras-chave você adicionar à sua campanha, mais diluídos serão seus dados estatísticos. Com isso, no final do período, a análise sobre as palavras-chave com melhor desempenho, podem estar comprometida, porque simplesmente não há dados com volume suficiente, não há volume de cliques para uma análise segura. Estou nesse momento desprezando outros fatores que também podem afetar o desempenho, como o dispositivo usado, a hora do dia, o dia da semana, a localização do visitante e outros.

  1. Realize pesquisas de palavras-chave relacionadas:

Depois de levantar a sua lista, é hora de conferir os custos. Às vezes, os custos (como já vimos) podem variar dependendo da localização que você deseja anunciar e também da competitividade das palavras-chave. (Pode valer a pena envolver um Parceiro certificado do Google Adwords neste estágio para ver como eles (nós por exemplo) podem ajudar você.

OK, então eu tenho um orçamento…e agora?

  1. Monte uma equipe ou contrate um profissional com experiência e de preferência certificado.

Se você estiver pensando em criar uma campanha, sozinho, do Google AdWords e não tiver experiência, aceite a possibilidade de errar e de gastar além do seu orçamento previsto. O Google Ads facilita a divulgação e a configuração, mas muitas vezes a estratégia e o conhecimento/experiência da ferramenta são realmente o que reduz o custo por conversão e aumentar a taxa de conversão.

Fica dica

Fale com um Parceiro certificado do Google Adwords, como nós 🙂  converse e peça que lhe apresentem casos de clientes com bons resultados de CTRs e percentual de participação no mercado. Pode pedir que eles vão lhe explicar tudo direitinho. Além disso, pergunte tudo, não se permita ficar com nenhuma dúvida. Discuta com eles o que farão exatamente e principalmente o que lhe entregarão como resultado. Desconfie de agências que não possam responder a isso ou não estejam focadas em seus objetivos.

O Google Adwords integrado ao Google Analytics oferecem informações valiosas sobre as campanhas, além de produzirem relatórios sobre pontos específicos. Estes podem ser usados ​​para rastrear:

  • Downloads em PDF;
  • Envio de formulários de consulta;
  • Chamadas de vendas;
  • Receita de vendas do site;
  • Qualquer botão de clique – sabia mais; vamos conversar; enviar formulário etc.

Embora a identificação das conversões sejam um dos recursos mais evidentes, muitas empresas não dão valor ou não sabem como configurá-lo corretamente. Saber o número de conversões é crucial para a gestão das campanhas. São informações valiosas sobre o desempenho das palavras-chave, dos anúncios e das campanhas.

Espero que este post ajude você a pensar melhor sobre suas campanhas e as configurações delas. Qualquer dúvida entre em contato conosco e conversamos. Se quiser saber mais sobre nossos serviços visite a página de assessoria ou marque um conferência.

Abraços e até a próxima

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Links: tudo o que você precisa saber sobre links
Otimização SEO

Links: tudo o que você precisa saber sobre links

Os links quebrados fazem parte de assuntos diários de quem trabalha com otimização. Mesmo sendo muito falado, os links quebrados ainda são um problema para

Como ter posicionamento digital?
Gestão e Estratégia

Como ter posicionamento digital?

Posicionamento Digital, sabe o que é? Se você tem uma empresa de pequeno ou médio porte e tem enfrentado dificuldades para alavancar suas vendas, é

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco