Como configurar um ecommerce em etapas

Como configurar um ecommerce em etapas

Para a maioria dos varejistas, faz sentido diversificar seus canais de venda. 

Em geral, para quem tem loja física, ter novos canais de venda significa colocar seus produtos à venda online.

Nos últimos 18 meses, todos sabemos, muitos foram forçados a baixar suas portas, outros tiveram que repensar seu modelo de negócios e processos para se adequar a este novo momento, um mundo que naturalizou a compra online e o e-commerce é sem dúvida um bom caminho. 

Para aqueles que já possuem uma loja online, já perceberam que adotar as práticas comerciais e gerenciais para e-commerce significa dedicar mais tempo e atenção ao atendimento online. Ter atenção  aos serviços que sua plataforma oferece, boas integração com ERPs e outras ferramentas, se comunicar regularmente e fazer boas ações e campanhas de vendas.

Ecommerce em etapas: Criação de um negócio de comércio eletrônico

Se o comércio eletrônico é uma novidade para você, aqui estão as etapas para ajudá-lo a começar.

1. Identifique o seu melhor segmento de mercado

É bem pouco provável que você seja o único a vender seus produtos, por isso faça pesquisas e identifique as principais lojas que vendem produtos igual ou similar aos seus. Primeiro avalie como seus possíveis clientes fariam a pesquisa de seus produtos no Google em seguida faça as pesquisas anote as lojas e as principais informações como preço, forma de pagamento e frete.

Talvez você descubra que seus concorrentes já vendem online. Sim eles tem uma vantagem, conseguem chegar em seus clientes, mais rápido e com melhor performance oferecendo preços competitivos e realizando fortes campanhas digitais.

O outro lado da moeda, ou copo meio cheio é que você pode expandir sua presença online e ganhar uma vantagem, aprendendo com os concorrentes e fazendo um trabalho melhor do que eles.

2. Produtos 

Antes de começar a sair publicando produtos ou vendendo nas redes sociais, tenha em mente duas coisas: a primeira é que você precisa ter uma boa afinidade com seus produtos, selecione os produtos que você tem maior domínio de produção ou compra, que tenha bom valor agregado e que tenha uma logística simples de gerenciar. Segundo: vender seus produtos online significa que cada item deve ter uma foto, nome e descrição, então dedique-se a esta etapa.

Imagens

É muito importante, ter fotos de alta qualidade para chamar a atenção dos compradores. Afinal , você tem mais concorrentes. Cuide para que as fotos estão no tamanho adequado a plataforma e sejam leves, fotos grandes e pesadas comprometem seu SEO. 

3. Adicione produtos à sua loja

Hoje em dia, é muito simples construir sua loja virtual, na verdade a essência no ecommerce está na gestão do negócio ecommerce e não na gerência da plataforma, um engano muito comum entres os iniciantes na venda online das plataformas SaaS. Para quem está começando e com produtos com pouca ou nenhuma variação recomendo Loja Integrada, além de ser intuitiva, nesta data que escrevo possui plano grátis e um bom leque de serviços associados. 

4. Conecte sua loja – Integração

É bom saber que um ecommece vai além da plataforma. Algumas ferramentas são, além de úteis, fundamentais para o sucesso do seu negócio. Para começar recomendo que integre sua loja virtual a ERP que é o software de gestão, se você ainda tem recomendo o Bling. 

A integração conta ainda com o intermediador de pagamento, integrador de frete, e uma ferramenta de e-mail. Para quem usa Loja Integrada pode contar com Wirecard, Frenet e Mailbiz.

5. Como seus clientes vão encontrar sua loja virtual?

No meio digital é fundamental ser encontrado. 

Pesquisa no Google.

 Imagino que já tenha percebido que antes de comprar qualquer coisa na internet a primeira ação é pesquisar no Google. Por isso é tão importante ser encontrado. Para ser encontrado você precisa ter um domínio publicado, no caso sua loja virtual. Mas isso não quer dizer que você vá aparecer nas primeiras posições da listagem do Google. Para isso acontecer podemos considerar três possibilidades. A primeira é que sua loja tenha ótimo trabalho de SEO e com isso seja bem indexada, a segunda é investimento em mídia paga e a terceira é potencializar o comércio local com a conta do Google Meu Negócio.  Não só é grátis criar uma conta do Google Meu Negócio , mas você pode controlar as informações sobre sua loja virtual e seu atendimento. Além de poder publicar fotos, produtos, textos e até vídeos.

Das redes sociais

Um lugar de relacionamento e engajamento. Para a maioria dos produtos o Instagram e Facebook são bons lugares para postar e criar relacionamento. Ajuste sua biografia do Instagram para incluir um link para sua loja virtual. Em seguida, vídeos e imagens apresentando seus produtos, sua rotina de produção, depoimento de clientes e dicas e truques sobre o uso correto dos seus produtos.

E-mail marketing

Com o tempo você vai criar uma base de cadastro de clientes, interessados e que já compraram em sua loja virtual. Repare que esses clientes já foram atendidos, já conhece a loja e seu processo de compra. A tendência é que, se bem atendidos, eles comprarão novamente. Para isso tudo que você precisa fazer é dedicar tempo e atenção a criação de campanhas de e-mail regulares para manter sua marca e seu produto na memória destes clientes.

Encontre seus clientes online

Como empresário, você já tem o que é preciso para ter sucesso. Você venceu desafios e contratempos para manter sua loja vendendo. Vender online não é mais uma opção, é um desafio que você varejista mais cedo ou mais tarde vai ter que superar. Existem recursos como consultoria que podem ajudá-lo nesse processo. Vender online não significa desistir do varejo físico. Pelo contrário. É Simplesmente, uma expansão para outra forma de atendimento e acredite seus clientes contam com este recurso.

Abraços e até a próxima

Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Fique por dentro dos assuntos relacionados à marca, comunicação e vendas!

Se inscreva na nossa Newsletter

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Ações em marketing digital
Comunicação e Marketing

Ações em marketing digital

Marketing digital: não exclui táticas e sim integra ações. O ambiente digital é um local de alta competitividade, mesmo ainda sendo um campo de novas ações para algumas empresas. E por isso é importante que as empresas tenham um bom

Leia mais »
Como configurar um ecommerce em etapas
E-commerce

Como configurar um ecommerce em etapas

Para a maioria dos varejistas, faz sentido diversificar seus canais de venda.  Em geral, para quem tem loja física, ter novos canais de venda significa colocar seus produtos à venda online. Nos últimos 18 meses, todos sabemos, muitos foram forçados

Leia mais »

Navegue por outros temas e saiba mais

Somos parceiros estratégicos de nossos Clientes

O que podemos fazer por você?

E-commerce

Consultoria de Planejamento e Curso Online.

SEO - Otimização

Auditoria SEO e SEO Local / Consultoria SEO.​

Nautilos Posicionamento Digital | Link Patrocinado BH icone

Link Patrocinado

Auditoria e Consultoria e Planejamento.​

Nautilos Posicionamento Digital | Branding icone

Branding

Posicionamento da Marca.

Nautilos Posicionamento Digital | Curso E-commerce icone

Curso de E-commerce

E-commerce profissional em vídeo aulas.​

Nautilos Posicionamento Digital | Comunicação Digital icone

Comunicação Digital

Consultoria e Planejamento.

Quer impulsionar
sua marca?

Fale Conosco!