Compartilhe este conteúdo:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Você ficaria surpreso se lhe contassem que mais de 60% das empresas não possuem site, ou possuem uma página que não atende em nada aos seus visitantes? Você pode olhar na sua rua ou bairro uma empresa de qualquer segmento, e procurar na Internet que provavelmente não vai encontrar, principalmente se for pequena. Procuramos em guias de bairros, serviços de agendamento e descobrimos que a maioria dos listados não possuem site. Aliás, boa parte dos serviço oferecidos nos guias não possuem site e apenas alguns disponibilizam e-mails para contato, ficando o telefone e endereço como carros-chefe. Todas as empresas querem e precisam obter novos clientes ou mesmo manter os seus clientes existentes. Na minha opinião todas deveriam ter um site porque eles são, de modo geral, baratos e quando bem planejados são muito eficientes.

Você sabia que cerca de 90% das decisões de compra começam em buscadores?

Nada adianta ter um site se o público não o encontra nos buscadores. O buscador – Google, Bing, etc – é a principal ferramenta de divulgação de um site comercial. Quando há o desejo de comprar ou contratar um serviço, antes de fazê-lo, iniciamos uma pesquisa num buscador. No Brasil temos o agravante que “ir ao buscador” significa perguntar ao Google, para 90% dos usuários de internet.

Sua empresa precisa ser encontrada

Ter um site é a forma mais fácil para ser encontrado pelo cliente. É onde vai conhecer seus produtos, serviços e entrar em contato. Com um site publicado e otimizado as pessoas vão encontrar a sua empresa quando buscarem por produtos e serviços nos buscadores. Na verdade se o site não for otimizado a empresa terá dificuldade em aparecer nos buscadores. E o que um site precisa ter para aparecer de forma espontânea no resultado de busca do Google? Precisa ser um site desenvolvido com recursos básicos de otimização, precisa ter navegabilidade voltado para o cliente, precisa ter conteúdo de interesse do cliente, precisa ter relevância na web. Um site que contemple esses itens tem mais chance de ser selecionado entre milhares de sites concorrentes para estar na lista de resultados do Google. Mas é só isso? Não, um trabalho de otimização de sites é bem mais complexo e requer um trabalho regular e diário. Mas ter um site com otimização é o primeiro passo.

Um site deve atender as expectativas do visitante

Saiba que se nos dias de hoje você não tem um site, certamente está deixando de atender boa parte do mercado. Arrisco dizer que você mesmo favorece esse comportamento, quando atua como potencial cliente de outras empresas. Vamos imaginar que você esta lidando com um novo fornecedor; percebe que ele não possui um site, tenho certeza que você vai considerar isso como um ponto negativo, ainda ficará frustrado quando for procurar pelo site da empresa no Google e não encontrar. O que você vai procurar, vai querer saber um pouco mais sobre a empresa, encontrar o telefone e o endereço de forma rápida e outros.
A impressão que fica é de uma empresa mal gerida, sem bons critérios e pouco cuidadosa com sua imagem no mercado. Atualmente, a maioria das pessoas pensam assim. Segundo pesquisas, 80% das pessoas têm opiniões ruins sobre empresas que não têm sites ou cujos sites são antigos e mal cuidados. Antes de ter um site, planeje-se. Procure entender primeiro o que seu visitante espera encontrar, ofereça informações claras e atualizadas, facilite o contato e sempre responda prontamente os contatos feitos através do site. É importante lembrar que um contato vindo do site significa um pré-cadastro e tais informações do cliente podem servir para enviar informativos sobre seus produtos, serviços e promoções.
Não basta sair correndo agora atrás de alguém para criar o seu site. O primeiro passo para o desenvolvimento de um bom site com capacidade de indexação é definir as suas palavras-chave. Por isso a pergunta não é simplesmente “como ter um site?” e sim “Como ter um site com recursos de otimização?
Essa pergunta vamos responder nas próximas postagens.

Se inscreva na nossa Newsletter

Fique por dentro de assuntos relacionados a Marca, Comunicação e Vendas

Navegue por outros temas e saiba mais

Veja agora outros posts que podem lhe interessar

Como escolher um produto para e-commerce
E-commerce

Como escolher um produto para vender online

Para muitos que estão planejando iniciar um negócio online e mais especificamente um e-commerce, o aspecto mais difícil de começar é por decidir quais produtos

Quer impulsionar a sua marca?

Fale Conosco