Influenciadores digitais: use com moderação

influenciadores digitaisInfluenciadores digitais, ou digital influencer, é um termo ligado ao marketing digital que tem sido bastante falado ultimamente. Mesmo parecendo ser algo extremamente novo e revolucionário, não é.

A presença notável de pessoas que influenciam através do mundo digital existe desde o surgimento dos blogueiros, quando eles davam opiniões, faziam resenhas e falavam sobre alguma marca ou produto.

Conforme nossa relação com o mundo digital cresce e mais tempo passamos logados, é inevitável que nos identifiquemos com determinada pessoa ou marca. Quando surge uma dúvida, ou quando precisamos de uma opinião, normalmente nossa tendência não é acreditar em tudo que as propagandas dizem, mas sim, procurar alguém que seja autoridade no assunto para sabermos sua opinião. É aí que os influenciadores digitais ganham destaque -e dinheiro-.

Seja por foto, vídeo ou texto, os verdadeiros influenciadores digitais conseguem, de fato, influenciar seus seguidores em suas decisões. Esse é um ponto positivo, e há sinais que a empresa precisa investir em redes sociais para crescer. Como é um negócio novo, o custo para fazer essa ponte entre produto – influenciador – seguidores, acaba variando de acordo com a fama, tempo e cada influencer.

Devido ao enorme tempo gasto nas redes sociais e às funcionalidades dos aplicativos, as menções às marcas e aos serviços patrocinadores surgem muitas vezes de forma subliminar. É comum um famoso dizer aos seguidores, por exemplo, que está jantando no restaurante X e que o prato Y é incrível. Pode parecer apenas alguém compartilhando seu jantar, mas, na verdade, é um merchan daquele restaurante.

A internet deu voz a todos. Por isso, é mais comum encontrar pessoas querendo expressar suas opiniões, do que um público que quer ouvir. Essas novas possibilidades de interação entre as pessoas fizeram com que todos dentro do mundo da comunicação reavaliassem suas formas de trabalho, seja propagando produtos ou informação.

Essas novas formas de difundir ideias, como no exemplo do restaurante citado acima, acabam trazendo uma questão delicada para os seguidores: o quanto somos influenciáveis? A nossa capacidade de realizar uma análise mais crítica sobre os assuntos que nos são apresentados, depende diretamente do nosso repertório.

É perigoso acreditar completamente em tudo que um digital influencer diz sobre determinado assunto. Precisamos lembrar que há um patrocínio por trás daquela opinião tão positiva, ou dos produtos recebidos aparentemente sem motivo de uma marca específica. Portanto, devemos buscar um equilíbrio entre o que ouvimos dos influenciadores e o que outras fontes de pesquisa dizem sobre o tema abordado.

Deixar um comentário

Seu e-mail não ficará visível para os outros.